Exp Hero

Avaliação da exposição

Centro para proteção respiratória da 3M

Avaliação da exposição respiratória

Como gerente de segurança, você precisa certificar-se de estar usando os equipamentos respiratórios corretos e tomando as medidas de proteção respiratória apropriadas. Para fazer isso, primeiro você precisa conhecer os tipos e níveis de contaminantes do ar no seu local de trabalho. Um processo de avaliação de exposição completo e bem documentado o ajudará a:

  • Identificar possíveis riscos de saúde para os funcionários.
  • Priorizar esses riscos, para que você possa lidar com os mais graves primeiro.
  • Medir os níveis de exposição para ver se eles são aceitáveis ou não.
  • Desenvolver um plano para controlar níveis de exposição inaceitáveis.
  • Manter registros de exposição para comunicar aos funcionários e manter a conformidade com as regulamentações governamentais.

Exposure

 


Primeiros passos

A avaliação nem sempre é um processo passo a passo simples, mas ela se torna mais manejável quando dividida em várias tarefas menores.

webLoaded = "false"

Um

Caracterização básica

Nessa etapa, reunir informações sobre o seu local de trabalho: informações sobre os agentes químicos e biológicos presentes, os funcionários e suas funções ou tarefas atribuídas e os controles que você já possui em vigor para assegurar a segurança respiratória.

Comece coletando o máximo de dados possível. As Fichas de dados de segurança fornecidas pelos fabricantes são uma boa fonte para responder a muitas das perguntas a seguir, mas talvez você tenha que pesquisar mais a fundo também.

    • Que produtos químicos específicos (excluindo nomes comerciais ou internos) estão presentes?
    • Qual é a forma física dos contaminantes: gás, vapor, névoa, partículas?
    • Quais são os sinais de alerta de exposição, como irritação ou odor?
    • Os produtos químicos podem ter efeitos agudos, ou seja, efeitos curtos ou imediatos, geralmente com situações de alta exposição?
    • Eles podem ter efeitos crônicos decorrentes de uma exposição inferior, com sintomas que podem não aparecer imediatamente?
    • Quais são as tarefas, a rotina e outros procedimentos que geram contaminantes?
    • A inalação é uma das maneiras pelas quais seus funcionários podem ficar expostos ao risco?
    • Quais são os níveis de exposição aceitáveis? Consulte os Limites de exposição ocupacional da Occupational Safety and Health Administration (OSHA), os valores limites (Threshold Limit Values®) do American Conference of Governmental Industrial Hygienists e os limites de exposição ocupacional sugeridos dos fabricantes.

Dois

Grupos semelhantes de exposição

Em geral, não é prático medir a exposição de cada funcionário. Portanto, você pode avaliar sua força de trabalho determinando grupos semelhantes de exposição (SEGs). Se um grupo de funcionários realiza tarefas semelhantes com a mesma frequência e usando materiais e métodos semelhante, esses funcionários podem ser considerados um SEG. Você só precisa medir a exposição para um de cada grupo.

SEGs podem ser agrupados por:

  • Tarefa e contaminantes
  • Tarefa, processo e contaminantes
  • Tarefa, processo, classificação de trabalho e contaminante
  • Equipes de trabalho

Se você tiver dados de monitoramento de exposição anteriores, eles também podem ajudá-lo a determinar SEGs.

  • Força de trabalho

    Como a sua força de trabalho está organizada? Lista de tarefas, quem é responsável por elas, como seu pessoal está organizado (por equipe, departamento, etc.) e o número de pessoas atribuídas a cada tarefa ou grupo.


Três

Priorização e a avaliação qualitativa

Após a coleta de dados sobre funcionários ou SEGs, é necessário avaliar a exposição potencial de cada pessoa ou grupo. Isso ajudará a priorizar os riscos mais graves, para que você possa monitorá-los primeiro.

A priorização deve basear-se em duas medições:

Potencial de exposição de funcionários ou SEGs a cada produto químico presente no local de trabalho. Forneça uma classificação de 1 a 4, em que 1 indica que exposição típica estimada é inferior a 10% do limite de exposição do agente em questão e 4 indica que a exposição típica estimada é maior que o limite de exposição. Você pode basear sua determinação no seguinte:

  • Resultados de monitoramentos anteriores no seu local de trabalho.
  • Dados publicados sobre situações semelhantes.
  • Modelagem de exposição usando modelos matemáticos.

2. As efeitos sobre a saúde decorrentes da exposição excessiva ao contaminante. Usando os dados de toxicidade obtidos durante a caracterização básica, classifique os efeitos de saúde de 1 a 4, em que 1 significa efeitos adversos mínimos à saúde e 4 significa risco de morte ou invalidez.

Prior Matrix

 


Quatro

Monitoramento da exposição

O monitoramento permite que você identifique quaisquer exposições inaceitáveis. Há três motivos para o monitoramento da exposição:

  • Linha de base — para determinar o nível atual e a variedade de exposições.
  • Diagnóstico — para identificar fontes específicas de contaminantes, de modo que você possa desenvolver métodos de controle, como fazer alterações de engenharia ou fornecer respiradores.
  • Conformidade — para atender aos requisitos normativos de um agente específico que possua regras mais rigorosas, como aquelas que envolvem o uso de amianto ou chumbo.

O número de amostras a serem obtidas depende do seu objetivo. Julgamento profissional deve ser usado em todos os casos, em conjunto com as seguintes medidas:

  • Para o monitoramento de linha de base, é possível contar com métodos estatísticos (em geral de 3 a 10 amostras aleatórias).
  • Para o monitoramento da conformidade, siga os regulamentos da OSHA para o contaminante em questão.

  • O site da American Industrial Hygiene Association (AIHA®)

    A OSHA chamada o monitoramento pessoal de "padrão ouro" para determinar a exposição dos funcionários. Amostras pessoais são coletadas por um monitor preso diretamente ao funcionário. O tempo de monitoramento necessário para coletar cada amostra depende do limite de exposição ocupacional do produto químico e do que você está tentando obter. Por exemplo, você pode obter:
     

    • Amostras em turnos integrais ou em uma média de tempo ponderada (TWA) de 8 horas.
    • Amostras baseadas em tarefas — obter amostras durante uma tarefa específica (como moagem de concreto).
    • Limites de exposição a curto prazo (STEL) de 15 minutos ou amostras de teto para determinar os níveis de exposição de pico.

    As amostras podem ser coletadas no local e analisadas em laboratório ou, em alguns casos, com instrumentos de leitura direta. Na maioria dos casos, o contaminante deve ser identificado antecipadamente, para que você possa usar os equipamentos de monitoramento e os procedimentos específicos para ele.

    Qualquer laboratório usado deve ser credenciado pela AIHA (link abaixo). Consulte o laboratório com antecedência para obter informações sobre os meios preferenciais de coleta de amostras, os requisitos de remessa, o tempo de retorno dos resultados e os custos.


Cinco

Interpretação e tomada de decisões

Os critérios de apuração dos resultados da avaliação da exposição devem ser determinados por um profissional de saúde/segurança antes do monitoramento da exposição. Após a coleta de todos os dados necessários, estes devem ser avaliados para determinar se as exposições são aceitáveis ou não:
 

  • Exposições aceitáveis significa que não é necessário tomar medidas.
  • Para exposições inaceitáveis, você precisará decidir que ação é necessária para controlar a exposição, como instalar controles de engenharia e/ou introduzir equipamentos de proteção respiratória.
  • Se não houver dados suficientes para tomar uma decisão, você precisará realizar mais avaliações e repetir o processo.

Seis

Emissão de relatórios

  • Cada vez que você realizar uma avaliação da exposição, certifique-se de que existam registros detalhados do processo, incluindo:
     

    • Um resumo do que foi feito.
    • A finalidade do monitoramento.
    • Resultados da caracterização básica: descrições de processos e grupos de trabalho ou tarefas.
    • Explicação dos agrupamentos de SEG.
    • Critérios de exposição selecionados (TLV ou PEL) e por quê.
    • Tabelas de resultados de avaliações qualitativas e priorização.
    • Efeitos sobre a saúde decorrentes da exposição excessiva a contaminantes, incluindo cópias de fichas de segurança.
    • Monitoramento e método de análise usados.
    • As conclusões a partir dos dados — se os níveis são aceitáveis ou não.

    Mudanças recomendadas:
     

    • Mudanças para tentar controlar a exposição
    • Equipamentos de proteção respiratória
    • Programação de avaliações futuras
    • Qualquer outras referências utilizadas durante o processo.

    Como todas as partes do seu programa de proteção respiratória, a avaliação da exposição é uma responsabilidade contínua. Mesmo quando os níveis de exposição são aceitáveis, você precisará fazer reavaliações periódicas e sempre que houver uma nova mudança de procedimento, produto químico ou local de trabalho.


Assessment
View Video

 


Veja a próxima etapa na sua jornada para otimizar seu programa de proteção respiratória. 

Outros Sites 3M
Onde Comprar
Siga-nos
Mudar localização
Brasil - Português